Suassuna, a doidura e Dom Quixote

Como o Suassuna, eu gosto de gente doida, (pela perspectiva diferente, genialidade, pelo lapso perdido que lhe fez abandonar o arrepio da realidade cruel). É! Mas sobretudo tenho uma admiração pelas pessoas que têm uma voracidade de conhecimento. Admiração por quem não pára de estudar, que não pára de se aperfeiçoar. Quem não se acomoda. Porque precisa de conhecimento para sua alma, precisa saber mais. São essas pessoas com quem me identifico. Porque sei que é assim onde encontro Dom Quixotes que tanto amo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s