Faz de conta

Se sentía muy somnoliento, pero antes que nada, comprendió que su imaginación era un hueco abierto a la realidad, y allí era donde la mentira podía justificarse y existir sin culpa.
She felt very sleepy, but first of all, she understood that her imagination was a gap open to reality, and they were where lies could be justified and exist without guilt.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s