Saudades infinitas

Tomo como base o amor infinito
Que é uma breve fase e é isso que acredito.
Estamos distantes
Sem ter uma partida
Vejo tudo de longe,
Mas sei que te sou querida.

1995

O Toque

Molhado são seus olhos,
Aqueles que me beijam
Sem ao menos me tocar
Sinto em minha boca suas úmidas palavras
Que não deixam seca
A boca que por ti tenta aclamar.

Com palavras simples,
Digo o que não quero
Porque o que quero
Não se encontra no meu escasso vocabular.

Continuas a beijar-me
Com seu molhado olhar,
Que me atormenta,
Que me abala
E respondo sem que queira,
porque é como a beira
A beira de um rio
que sem nem tocar,
Sinto a água me tocar
Deliciando-me no lembrar
O toque da água a me encharcar….

 

Viviane Lago

Brasília.1989.

Destino

Um dia estaremos tão unidos e seremos tão fortes,
Que nenhuma força – superior ou inferior
Conseguirá nos separar.
Simplesmente porque nos o que uniu e nos tornou tão fortes,
Foi o AMOR,
O único capaz de mudar nossos destinos.
VL

Ilustração: Salvador Dalí – “Metamorfosis de angeles en mariposa”

13329563_1047922818627028_741072958670829850_o
Salvador Dalí – “Metamorfosis de angeles en mariposa”

 

 

Avesso

O Beijo - escultura em Mármore  August Rodin
Musée Rodin – Paris

Pois é:
O amor e o começo?…
O amor nos vira do avesso.
Tanta gente sabe muito
E ninguém diz o que peço
Nem minha boca me obedece
E beija com volúpia e desejo
Beija com a sede
Ávida mesmo
De virar tudo do avesso!

Viviane Lago