Presente Perfeito

Léo String não conhece o mundo direito. Ele só quer saber de ler. Mas aos poucos vai descobrir de perto as emoções, dúvidas e questões do aborto, da infertilidade, do alzheimer. Ele vai conhecer algumas mulheres que vão marcar sua vida e a dele.

Léo String é um observador do mundo e nada mais. Não interage, não se relaciona, praticamente não existe. Até o momento em que se depara com várias situações corriqueiras que o lançarão no meio de uma maré de desencontros e o forçarão a participar do mundo.

“Tudo aquilo era novidade para Léo porque fazia parte do mundo real, um universo que ele não conhecia, permeado de coisas estranhas, intempéries, sutilezas, delicadezas, incontingências, acasos e ocasos impertinentes e tudo isso fazia da vida um livro; com contos e histórias sem fim. Ele imaginou que cada pessoa na face da terra deve ter uma linda história de amor, ou deve ter vivido alguma tragédia – ou as viverá em algum momento, só esperando a tradução para as palavras impressas.”

Se você gostou, deixa ele te guiar entre as sensações que ele vai descobrindo.

Em breve, em inglês… (Soon in English…)

Presente Perfeito